quarta-feira, 29 de maio de 2019

Poliamor - tu sem mim não sou nada poesia heleno pinhal


Algo surge do passado
Neste silêncio que adoro
Para que escrevo o recado
Ao momento que namoro.

Sim, sou eu que aqui estou
A clarear este breu
O ânimo melhorou
Bem melhor ele é-o.

2010-12-16, 21:53 h, Barreiro

Sem comentários:

Publicar um comentário