sábado, 11 de maio de 2019

misossofia - tu sem mim não sou nada poesia heleno pinhal


sou um ser muito contente
consigo tudo o que quero
sou feliz pra todo o sempre
quanto ao amor? é mante-lo!

mas que sorrir tão estranho
nesta vida desigual
viver com prazer nietzschiano
ou dos monges no nepal?

ao passar a euforia
sinto-me em hora melhor
dar razão à alegria
pra aceitar o interior.

Sem comentários:

Publicar um comentário