quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Trance Natalício – Incompleto Organismo de Heleno Pinhal


Os anos destacam-se no final de Dezembro. Nos últimos dias desenvolvem uma harmonia social que encarna directamente nas crenças acalentadas pelo tédio dos dias longos como um rio. Nomes de livros, de cantores e de fantasmas ecoam incorporeamente colocando os seres em trance natalício.
Entalado nestes dias que vão do natal ao ano novo, o sol dissipa-se par dar lugar à correcta luminosidade. Simpatias natalícias para um lado, um bom ano novo para o outro, empurram-se desejos de prosperidade e recebemos a retoma em boa disposição.
A moinha que não larga os corpos relaxados continua apelando à verdadeira natureza das coisas.
2005, Dezembro, 30, 13:43:28 h, Verdinho, Covilhã.

Sem comentários:

Publicar um comentário