quarta-feira, 29 de maio de 2019

Sinto e minto - tu sem mim não sou nada poesia heleno pinhal


Tendência contraprodutiva
De ignorar o minucioso
Torna a perfeição mais esquiva
Torna o carisma dengoso 

A ignorância regozija
Por só ver o positivismo
É dos letrados inimiga
Grande amante do conformismo.

Lado de fora da redoma
Desta narração agitada
O sentimento vem à tona
Tenho a alegria por noitada.

Para vencer o inimigo
Com o discernimento quente
Neutralizo todo o perigo
Ponho a mente atrás, olho em frente.

2010-09-09, Café Sun7, 12:01 h, Amora, A Rute faz 38 anos.

Sem comentários:

Publicar um comentário