quarta-feira, 29 de maio de 2019

Metonímia - tu sem mim não sou nada poesia heleno pinhal


Saltei o muro e perdi
Um sapato mal atado
Nesse momento vivi
Um transtorno já passado.

E não é só que senti
Pois perdi um aliado
Vou sem ele até ao fim
Com o outro bem atado.
2010-08-27, Esplanada do Jardim, 02:39 horas, Covilhã

Sem comentários:

Publicar um comentário