terça-feira, 30 de abril de 2019

Comenos X - Dois Olhos - Comenos Helenísticos Heleno Pinhal 2003


Ninguém presta culto ao Sol sem se aborrecer com a noite, ninguém se sente saciado sem nunca sentir fome nem amará sem odiar.
Olho Direito
Será a noite filha das trevas, a fome produto de satã e o ódio filho do homem? Eu estimo tudo! Abro o mapa do mundo, mas não vejo tanta imperfeição assim. Vejo um mundo turbulento, é certo, mas tudo o que o prejudica, fere ou incomoda, dá sempre lugar ao que é bom, justo e lícito.
O Universo segue o seu caminho, sempre indiferente à forma que o experimento e contemplo.
Olho Esquerdo
Tenho sombras dentro de mim, mas sou fogoso a viver. Agarro tudo, boas e más emoções, e desta forma desfruto do momento, abstraindo-me se sou deus ou diabo.
Deixei de me preocupar se me acham funesto ou animado, blasfémico ou simpático. Tenho gosto em que existam pessoas que não gostam de mim, e até me odeiem, assim tenho o dobro que gosta e me ama. Parece só filosofia, mas não é. O comportamento dos outros muda quando assim se procede.
Somos sempre sinceros e desta forma afastamos os que nos maçam e aproximamo-nos fortemente dos que nos são queridos.

Sem comentários:

Publicar um comentário