quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Personagem livresca – Incompleto Organismo de Heleno Pinhal


O Hermínio da Bicicleta ali está a disfarçar a necessidade de ar fresco e nenhuma mulher vestida com a moda que gosto – qualquer coisa muito justa, umbigo a mostrar piercings e calça de cinta descida – consegue desviar-me deste encanto de cinéfilo que se deleita com Hermínio da Bicicleta do mestre escritor José Gomes Ferreira.
De braços em triângulo para lhe arrematar o tamanho pega na cerveja e limpa o gargalo com cara de quem cospe no medo. Depois, como se soubesse que eu o observo, recebe o dinheiro com os lábios na garrafa e sai num andar de quem tem muito que fazer. Passa por mim a vinte centímetros com a sua camisa preta a absorver o “mal do homem”, calças de cinta subida – que afasta as de cinta descida sem ele saber – e braços pintados a castanho pelo do sol da Beira Interior. Reparo que é mais jovem do que julgava.
27 de junho de 2004

Sem comentários:

Publicar um comentário