sábado, 11 de maio de 2019

a gotícula da mensagem - tu sem mim não sou nada poesia heleno pinhal


há corridas na avenida
crinas dançam, voam vultos
os prazeres em tumultos
chocam na praça da vida.

seguro versos risonhos
na escrita prolongada
saltam hiatos e ditongos
para o momento que me agrada.

acordo fresco sem tropeço
com grande salamaleque
tudo isto tem um preço
que não se paga com cheque.

quarta-feira a meio termo
ao fundo vejo o descanso
mas agora estou enfermo
tontas molas, ganso manso.

o barmen na esplanada
despacha-me indesejado
decompõe o tudo em nada
já vou! estou atrasado.

Sem comentários:

Publicar um comentário